Mochila escolar deve ter até 10% do peso da criança

Foto: Flickr Senado Federal
A mochila escolar é um item que faz parte da rotina de crianças e adolescentes e a forma com que eles gostam de usar vai mudando ao longo do tempo.

É importante que os pais fiquem atentos para evitar peso em excesso e ajuste incorreto, já que isso pode causar lesões e dores. É o que orienta a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (Sbot).

Segundo o ortopedista e membro da Sbot Miguel Akkari, o peso correto da mochila não deve ultrapassar 10% do peso da criança. As queixas de dores são frequentes nos consultórios, segundo Akkari.

Sonora: “É frequente no consultório essa queixa. Geralmente dor nas costas, nos braços e nos ombros.”

O ortopedista ressalta, entretanto, que os problemas podem ser mais sintomáticos para aquelas crianças e adolescentes que precisam caminhar até a escola levando o material. Para ele, os pais devem ficar de olho e orientar seus filhos a evitar carregar materiais desnecessários.

O ortopedista da Sbot, Miguel Akkari, orienta que na hora da compra se dê preferência a mochilas de duas alças porque distribuem o peso linearmente nos ombros; e que as alças sejam largas (mínimo de 4 cm) e acolchoadas. Mochilas com vários compartimentos e com cinto abdominal também são recomendadas.

Ao utilizar é importante, além de evitar o excesso de peso, usar as alças nos dois ombros, segundo Akkari, e regular para que ela fique na altura da cintura (que termine no início da região glútea). O material mais pesado deve ser colocado junto às costas.

O uso de mochilas com rodinhas pode ser uma alternativa, no entanto, é preciso ter cuidado com a alça do carrinho que deve estar a uma altura apropriada, as costas devem estar retas ao puxá-la. É importante observar também o percurso a ser feito, que não deve ter muitos obstáculos.

Fonte: Empresa Brasil de Comunicação S/A - EBC

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mudança no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência é criticada na CDH

DAVID HARVEY: 9 LIVROS PARA DOWNLOAD

Violência nas escolas não é caso de polícia, afirmam especialistas