Ocupa Rio

O movimento de ocupação de escolas fluminenses foi tema de seminário realizado dia 18 na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) para discutir a nova forma de ação dos alunos para reivindicar uma escola pública de qualidade.

“A ideia era que a universidade pudesse dialogar com esses jovens que criaram essa nova forma de ação política, que é muito importante no momento, diferente da ação política tradicional”, disse a diretora da Escola de Educação da Unirio, Sandra de Medeiros. “Eles se organizaram de maneira horizontal, conseguiram se articular e criaram novas formas de se expressar politicamente. Temos que aprender com eles”, elogiou.

Os alunos chegaram a ocupar mais de 70 escolas no estado. Apesar de a Justiça ter determinado o fim das ocupações e a volta às aulas, muitos estudantes permanecem nas escolas para reivindicar melhorias no ensino que ainda não estão garantidas pelo estado. Além disso, boa parte dos professores da rede estadual está em greve há mais de três meses por reajuste salarial, melhorias na estrutura de trabalho, entre outras demandas.

Fonte: EBC - Editado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mudança no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência é criticada na CDH

CNE define nova base comum curricular da educação básica nesta semana

DAVID HARVEY: 9 LIVROS PARA DOWNLOAD