Nova Anã Marrom é descoberta

Imagem
Nova anã marrom é encontrada pela NASA através de um projeto de astronomia amadora.
A Nasa mantém vários projetos e um deles é formalmente conhecido como WISEA J110125.95 + 540.052,8. O nome é estranho, parece mais uma senha boa para redes sociais, mas trata-se de um projeto onde voluntários ajudam na descoberta de novos corpos celestes.
Rosa Castro terapeuta durante o dia e astrônoma amador, se juntou ao projeto de ciência cidadã Backyard Worlds: Planet 9, financiado pela NASA (esse do nome estranho). Em sua casa, de noite, terminou seu jantar, abriu seu laptop, e descobriu um novo objeto que não era nem planeta nem estrela.  Ela iria se tornar um dos quatro voluntários para ajudar a identificar primeira anã marrom do projeto mantido pela Nasa.
Tem cerca de duas décadas desde que os pesquisadores descobriram as primeiras anãs marrons, e que a comunidade científica abriu os olhos para esta nova classe de objetos entre estrelas e planetas.
Embora sejam tão comum como estrelas e forma …

STF determina fim da greve de professores do Mato Grosso

O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que os servidores da rede estadual de ensino de Mato Grosso voltem ao trabalho nesta segunda-feira (1º). A decisão é uma resposta ao pedido da Procuradoria Geral do estado para o encerramento da greve.


Na decisão, o presidente do Supremo, ministro Ricardo Lewandowiski, entendeu que a greve pode prejudicar cerca de 400 mil alunos da rede pública do Mato Grosso.

Os professores e funcionários da Educação estão em greve desde maio. Lewandowiski também determinou que o Tribunal de Justiça do estado imponha aos grevistas a continuação da prestação do serviço público.

Uma assembleia está marcada para a tarde de hoje. Os profissionais reivindicam, entre outros pontos, a suspensão de parcerias público-privadas, com convocação de conferências participativas para debater o projeto.


Fonte: EBC

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corrente exagera ao comparar remunerações de professores e políticos

Nota da CNTE contra a BNCC

O desenvolvimento do Sahel