Nova Anã Marrom é descoberta

Imagem
Nova anã marrom é encontrada pela NASA através de um projeto de astronomia amadora.
A Nasa mantém vários projetos e um deles é formalmente conhecido como WISEA J110125.95 + 540.052,8. O nome é estranho, parece mais uma senha boa para redes sociais, mas trata-se de um projeto onde voluntários ajudam na descoberta de novos corpos celestes.
Rosa Castro terapeuta durante o dia e astrônoma amador, se juntou ao projeto de ciência cidadã Backyard Worlds: Planet 9, financiado pela NASA (esse do nome estranho). Em sua casa, de noite, terminou seu jantar, abriu seu laptop, e descobriu um novo objeto que não era nem planeta nem estrela.  Ela iria se tornar um dos quatro voluntários para ajudar a identificar primeira anã marrom do projeto mantido pela Nasa.
Tem cerca de duas décadas desde que os pesquisadores descobriram as primeiras anãs marrons, e que a comunidade científica abriu os olhos para esta nova classe de objetos entre estrelas e planetas.
Embora sejam tão comum como estrelas e forma …

Qual é a temperatura do espaço sideral?


O espaço interplanetário é quase vazio, quase vácuo. Assim não há quantidade considerável de matéria (gases ou poeira) para armazenar calor como na atmosfera de um planeta como a Terra. Se você por um termômetro neste ambiente ele só vai registrar temperatura acima de zero grau centígrado se estiver iluminado pelo Sol. Qualquer objeto em órbita da Terra exposto a luz do Sol pode ultrapassar facilmente 100 graus centígrados (ou Celsius).


Na sombra ele pode atingir uns -100 graus facilmente. Nestas condições o objeto não esfria ainda mais, pois vai receber radiação infravermelha do nosso planeta ou da Lua. Quanto mais longe o objeto estiver do Sol mais baixa será sua temperatura mesmo que iluminado por ele. Assim ao redor de Netuno a temperatura, mesmo iluminado é baixíssima, podendo chegar a -222 grau Celsius.


Já no espaço interestelar pouca a luz das estrelas é suficiente para evitar que o corpo atinja o chamado ZERO ABSOLUTO (0 grau Kelvin que é aproximadamente -273 grau Celsius). Mesmo no espaço intergaláctico não se alcança, em condições normais temperaturas menores que 3 graus Kelvin (-270 graus Celsius). Esta temperatura foi medida acidentalmente pela primeira vez em 1964.

Dois engenheiros de telecomunicações, Arno Penzias e Robert Wilson, estavam examinando interferências de rádio com uma antena muito sensível. Eles descobriram que para onde apontassem seu instrumento havia uma emissão de micro-ondas que corresponde a temperatura média do nosso Universo: uns -270 grau centígrados.

Fonte: EBC

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corrente exagera ao comparar remunerações de professores e políticos

Nota da CNTE contra a BNCC

O desenvolvimento do Sahel