Nova Anã Marrom é descoberta

Imagem
Nova anã marrom é encontrada pela NASA através de um projeto de astronomia amadora.
A Nasa mantém vários projetos e um deles é formalmente conhecido como WISEA J110125.95 + 540.052,8. O nome é estranho, parece mais uma senha boa para redes sociais, mas trata-se de um projeto onde voluntários ajudam na descoberta de novos corpos celestes.
Rosa Castro terapeuta durante o dia e astrônoma amador, se juntou ao projeto de ciência cidadã Backyard Worlds: Planet 9, financiado pela NASA (esse do nome estranho). Em sua casa, de noite, terminou seu jantar, abriu seu laptop, e descobriu um novo objeto que não era nem planeta nem estrela.  Ela iria se tornar um dos quatro voluntários para ajudar a identificar primeira anã marrom do projeto mantido pela Nasa.
Tem cerca de duas décadas desde que os pesquisadores descobriram as primeiras anãs marrons, e que a comunidade científica abriu os olhos para esta nova classe de objetos entre estrelas e planetas.
Embora sejam tão comum como estrelas e forma …

Terceirização: Desenharam e animaram

Às vezes quando alguém não compreende algo a pessoa que tenta explicar diz (usando de uma certa pitada de sarcasmo e ironia) "entendeu ou quer que eu desenhe? No caso da terceirização creio que muitos ainda não entenderam, então vai o desenho, desenho animado.

 

O filme aborda um aspecto dos interesses empresariais na terceirização do trabalho. Outro aspecto não apontado, mas que deixa subentendido, é a precarização do trabalho com menos direitos e menores salários pagos para os trabalhadores dos países menos desenvolvidos para realizar uma mesma atividade produtiva.

O professor pode aproveitar esse tema para discutir com seus alunos a categoria Trabalho. Um texto já publicado aqui no Geografia Escolar pode ajudar na discussão sobre Terceirização do Trabalho. Deixem seus comentários sobre os resultados de suas aulas ou abordagens sobre essa temática. Socialize com nossos leitores suas observações. 😉

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corrente exagera ao comparar remunerações de professores e políticos

Nota da CNTE contra a BNCC

O desenvolvimento do Sahel