Mais de oito milhões de venezulanos escolhem os representantes para a Assembléia Nacional Constituinte


Em Caracas Venezuelanos escolhem os membros para a Assembleia Constituinte. | Foto: AVN

"Venceu a paz quando ganha a paz, vence Venezuela", disse a presidente do Conselho Nacional Eleitoral, Tibisay Lucena.

A presidente do Conselho Nacional Eleitoral (CNE) da Venezuela, Tibisay Lucena, anunciou no domingo que o comparecimento foi 41,53 por cento (mais de oito milhões de pessoas) na seleção de 537 dos 545 membros da Assembleia Nacional Constituinte (ANC) em seu primeiro boletim.

Os venezuelanos votaram de forma direta e secretamente por 364 representantes territoriais e 173 setoriais. Enquanto os oito restantes são representantes indígenas que serão escolhidos no dia 1 de agosto, em três assembleias gerais, de acordo com os costumes e tradições dos povos indígenas no país.

A Assembleia Constituinte foi convocada pelo presidente  Nicolás Maduro em 1° de maio, com base no artigo 348 da Constituição venezuelana.

Entre os objetivos da Assembleia Constituinte estão ampliar e proteger os direitos sociais dos venezuelanos estabelecidos em sua Carta Magna de 1999; garantir a paz e o diálogo com a oposição combatendo a violência que já deixou mais de 100 mortos desde abril; superar o rentismo do petróleo e fortalecer a luta contra o terrorismo.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mudança no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência é criticada na CDH

DAVID HARVEY: 9 LIVROS PARA DOWNLOAD

Violência nas escolas não é caso de polícia, afirmam especialistas