Conflito na Ucrânia entra no quarto ano com 1,6 milhão de deslocados


Os violentos conflitos na Ucrânia geraram grandes deslocamentos populacionais - Agência Lusa/Arquivo
A Agência das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), afirmou esta semana que o conflito na Ucrânia entra no quarto ano com 1,6 milhão de pessoas deslocadas e em busca de segurança, habitação adequada e acesso a empregos. A informação é da ONU News.

Segundo a Acnur, "a segurança continua sendo a principal preocupação para quase 800 mil pessoas que vivem perto da chamada “linha de contato”, em Donetsk e Luhansk, no leste do país. Os combates esporádicos nessa região continuam causando danos à infraestrutura civil gerando novas necessidades humanitárias e criando novos riscos de deslocamento.

Em junho, o Serviço de Guarda de Fronteira da Ucrânia registrou mais de 1,1 milhão de pessoas cruzando a linha divisória na região leste. A agência da ONU está preocupada com as dificuldades dos ucranianos em relação à liberdade de movimento, especialmente no momento em que cruzam a linha de conflito.

Acesso limitado
A Acnur cita longas filas e espera nos postos de segurança, onde as pessoas que estão aguardando têm acesso limitado a serviços básicos como água, banheiros e cuidados de saúde. Segundo a agência, isso acaba cria dificuldades para as pessoas com problemas de mobilidade e necessidades especiais, em particular idosos e mulheres com crianças pequenas.

A ONU pediu a todas as partes envolvidas no conflito que garantam a proteção dos civis e dos acampamentos que abrigam os deslocados.
Fonte: EBC

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maria se transforma em furacão rumo às Antilhas e a Porto Rico

Pesquisa mostra redução de nuvens de chuva em trecho da BR-163, no Pará

DAVID HARVEY: 9 LIVROS PARA DOWNLOAD