Coreia do Norte pede à América Latina para não romper relações



O governo norte coreano condenou recentemente Washington que havia solicitado a alguns países latino-americanos a romper relações com a nação asiática.

Coreia do Norte condenou este sábado (19) a pretensão dos Estados Unidos de que a América Latina rompesse relações diplomáticas e comerciais com Pyongyang.

Um porta-voz da chancelaria norte-coreana disse à agência Central de Notícias da Coreia do Norte (KCNA) que o pedido da Casa Branca a alguns países latino-americanos constitui ingerência e uma violação do direito internacional.

O vice-presidente dos Estados Unidos Mike Pence, durante sua visita na América Latina solicitou a vários países da região que rompesse todo e qualquer vínculo com o governo norte-coreano e pediu apoio às sanções do Conselho de Segurança da ONU.

"Tal comportamento coercitivo demonstra uma mostra de extremo egoísmo e arrogância por parte dos Estados Unidos, que busca beneficiar-se sacrificando a outras partes do mundo", disse o representante norte-coreano.

O diplomata pediu aos países latino-americanos que rejeitassem o pedido de Washington, porque para fazê-lo, todas as nações acabarão sendo vítimas da interferência americana.
O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Coréia do Norte disse que o governo do país que ele representa continuará suas relações amigáveis com diferentes países ao redor do mundo, todos baseados em uma ideologia de auto-confiança, paz e amizade. (Com informações da Telesur).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maria se transforma em furacão rumo às Antilhas e a Porto Rico

Pesquisa mostra redução de nuvens de chuva em trecho da BR-163, no Pará

DAVID HARVEY: 9 LIVROS PARA DOWNLOAD