Educação e cidadania - o projeto Nós Propomos


Hoje a partir das 13H:00 os professores da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis irão receber o professor Dr. Sérgio Claudino, professor de Geografia do IGOT (Instituto de Geografia e Ordenamento Territorial) da Universidade de Lisboa.

O professor Claudino é o idealizador e responsável pelo projeto Nós Propomos com ramificações para além do território português.
4° Seminário Nós Propomos - CA/UFSC - Foto Santiago Siqueira

Segundo o site do IGOT "O Projeto "Nós Propomos!” tem por finalidade promover uma efetiva cidadania territorial local, numa perspetiva de governança e sustentabilidade."

4° Seminário Nós Propomos - CA/UFSC - Foto Santiago Siqueira
No Brasil o projeto já se faz presente em algumas escolas e os resultados já podem ser observados, como por exemplo, no Colégio de Aplicação - CA - da UFSC onde nesta terça-feira (17) ocorreu o 4º Seminário "Nós Propomos - Cidadania e Inovação em Educação Geográfica" sob orientação da professora Sandra Mendonça, professora de Geografia do CA/UFSC.

As apresentações realizadas pelos alunos dos 3° anos do CA/UFSC, ancoradas em uma metodologia de iniciação científica, demonstraram as possibilidades de inserção às práticas de participação cidadã que a proposta do projeto pode alcançar.

Os alunos apresentaram problemas que, a partir de saídas de campo, foram por eles levantados e a partir desses levantamentos e demais pesquisas sobre os temas abordados (violência, mobilidade, fragilidade social de grupos específicos, entre outros) propuseram soluções para os problemas listados.
4° Seminário Nós Propomos - CA/UFSC - Foto Santiago Siqueira
Entre as apresentações realizadas podemos destacar os seguintes enfoques:

Grupo 1. Bairro Trindade  - Foco na praça do bairro. Proposta de revitalização da praça.

Grupo 2. Bairro Carianos - Com foco no chamado Poção, uma área com possibilidade de uso para o lazer dos moradores do bairro.

Grupo 3. Bairro Saco dos Limões - Maior problema relacionado à segurança. Os alunos propuseram a criação de um aplicativo de segurança é uma “vaquinha” para arrecadação de recursos para iluminação pública, câmera de monitoramento, etc.

Grupo 4. Carianos - Os alunos destacaram a importância do bairro para Florianópolis, demonstrando sua preocupação central com a mobilidade no bairro, onde se localiza um estádio de futebol e uma grande concentração de pessoas e automóveis em dias de jogos. Como proposta inicial para a mitigação dos problemas os alunos apresentaram a proposta de carona solidária. 

Grupo 5. Campeche - Afirmaram que o bairro tem uma boa infraestrutura, apontando posto de saúde e escolas estaduais. Disse “o espaço geográfico cresceu desordenadamente” e o maior problema do bairro seria a questão do lixo. A proposta gira em torno de um melhor trato com os resíduos produzidos.

Grupo 6. Bairro Centro - Sensibilização em relação aos moradores de rua, falaram da necessidade de acabar com o preconceito. Proposta de um casarão para abrigar os moradores de rua com ações que promovam maior integração social.

Grupo 7. Bairro Itacorubi - Preocupação com o manguezal, propondo mutirões de limpeza. Os alunos fizeram um questionário virtual dando origem aos dados da pesquisa. Fizeram, também, uma página em uma rede social para conscientizar a população dos problemas do Bairro. Propuseram ainda que fosse realizadas palestras, com o mesmo propósito, nas escolas do bairro.

Grupo 8. Lagoa da Conceição - Foco no transporte hidroviário. Os alunos trouxeram ao debate a diferença de preço das tarifas que são cobradas dos moradores da localidade e dos turistas. Apontaram conflitos entre a Prefeitura e a Cooperativa de pescadores no que se refere ao subsídio do combustível utilizado nos barcos. Propuseram uma maior integração entre os barcos e os ônibus que servem os moradores desta localidade. 

Grupo 9. Bairro Carianos - O grupo apresentou maquetes de alguns equipamentos urbanos de interesse da população. Como eles mesmos afirmaram, sua pesquisa foi orientada pelo conceito de utopia. Propuseram ainda um cadastro unificado dos moradores para acessar determinados projetos e uma maior interação entre o Avaí (time de futebol sediado no Bairro) e a comunidade. Estacionamentos com renda revertida para associação dos moradores. Criação de praças e de outras áreas comunitárias.

Grupo 10. Bairro Carvoeira - Falaram do momento histórico em que a Carvoeira foi considerada um bairro apontando para a constatação, via trabalho de campo, de problemas relacionados à iluminação pública e segurança.  Proposta inicial do grupo foi a de adesão ao projeto vizinho solidário, como solução para os problemas de segurança.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

70 milhões de anos em 2 minutos: a formação do Himalaia

Pesquisa mostra queda no interesse por cursos de licenciatura