Nasa lança sonda Parker com o objetivo de "tocar" o Sol




A sonda solar Parker, a primeira astronave que transitará pela coroa do Sol, foi lançada neste domingo (12) pela Nasa com sucesso, 24 horas depois do adiamento da decolagem a partir da base de Cabo Canaveral (Flórida).


A missão, que pretende ajudar a esclarecer os mistérios do astro rei e prevista para chegar no mês de novembro, começou com a sua quarta tentativa de lançamento.

O foguete Delta IV Heavy da companhia United Launch Alliance decolou às 3h31 (horário local, 4h31 em Brasília) de Cabo Canaveral, com a sonda a bordo.

Poucos minutos depois do lançamento o foguete se desprendeu de seus três propulsores, como estava programado.

Com alguns prognósticos meteorológicos favoráveis de 95% e após ter resolvido os problemas que tinham feito mudar as datas de lançamento duas vezes, a Nasa reprogramou ontem para este domingo o início desta missão, que considera "histórica".

A sonda pretende coletar informação mais perto do Sol, o que nenhuma outra astronave fez até agora, a fim de resolver questões como a diferença da temperatura da atmosfera do astro rei que está a mais de um milhão de graus enquanto a própria superfície solar está a 6.000 graus.

A sonda, que orbitará 24 vezes ao redor do Sol e irá se aproximando progressivamente com a ajuda da gravidade de Vênus, chegará ao seu ponto mais próximo em 2025, quando se poderá reunir a informação de mais valor.

A Parker tem um custo de US$ 1,5 bilhão e levará pela primeira vez o nome de uma pessoa com vida, o físico americano Eugene Parker, de 91 anos, que desenvolveu nos anos 50 a teoria do vento solar.

Fonte: Com informações da Agencia EFE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Países-Membros da ONU

BRASIL: A organização político-administrativa