O Canal do Panamá


Em 1880, o engenheiro francês Ferdinand Lesseps – o mesmo que comandou a construção do Canal de Suez – inicia as obras do Canal do Panamá, mas a empreitada não vai adiante. Em 1903, os Estados Unidos fomentam a revolta que culmina na separação do Panamá da Colômbia. No mesmo ano, compram a concessão do canal, inaugurado em 1914. Entre 1904 e 1914, foram 56 mil trabalhadores empregados na obra. 

No total, 27.500 vieram a perecer. Pelo uso da estratégica passagem do Atlântico ao Pacífico, os estadunidenses pagavam anuidade ao Panamá. Após acordo, a soberania do canal passa ao controle panamenho em 1999. Gradativamente, as bases do Comando Sul das Forças Armadas dos EUA, sediadas na zona do canal, são transferidas para Miami. 

Estudos indicaram nos últimos anos a necessidade de obras de nova via com eclusas maiores, capazes de dar passagem aos gigantescos navios, como os que levam bens chineses à costa leste dos Estados Unidos.

O canal do Panamá (em espanhol: Canal de Panamá) é um canal artificial de navios com 77,1 quilômetros de extensão, localizado no Panamá e que liga o oceano Atlântico (através do mar do Caribe) ao oceano Pacífico. O canal atravessa o istmo do Panamá e é uma travessia chave para o comércio marítimo internacional.

Fontes: 
1. Geografia: um olhar sobre o espaço mundial, 9º ano / Fernanda Padovesi Fonseca... [et al.]. -- 1. ed. -- São Paulo: Editora AJS, 2012. -- (Coleção geografia).
2. https://pt.wikipedia.org/wiki/Canal_do_Panamá.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

70 milhões de anos em 2 minutos: a formação do Himalaia

ACORDO DO CLIMA: OS DESAFIOS PARA O BRASIL

DAVID HARVEY: 9 LIVROS PARA DOWNLOAD