Professores da Uerj mantém greve por causa de atraso nos salários


Os professores da Universidade Estadual do Rio de Janeiro decidiram por unanimidade manter a greve iniciada no mês de outubro.

A assembleia foi marcada para a noite desta terça-feira, depois que o governo do Rio prometeu quitar os atrasados do funcionalismo até a última segunda-feira,como isso não aconteceu, a categoria decidiu manter a paralisação e marcar para o dia 12 de dezembro um ato público em lembrança também ao Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Os professores da Uerj, assim como boa parte dos servidores do estado do Rio ainda não receberam os salários de setembro e outubro, nem o décimo terceiro do ano passado.


Fonte: EBC

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mudança no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência é criticada na CDH

DAVID HARVEY: 9 LIVROS PARA DOWNLOAD

Violência nas escolas não é caso de polícia, afirmam especialistas