O MUNDO DIVIDIDO - 8° ANO

O mundo dividido

O mundo em que vivemos é bastante heterogêneo. Essa heterogeneidade pode ser percebida em diversos aspectos: naturais, sociais, econômicos, culturais etc. 
Na organização de seus espaços ao longo da história, as sociedades acabaram por determinar diferenças globais decorrentes de sua trajetória política, econômica e tecnológica. Um dos principais contrastes mundiais na atualidade é o nível desigual de desenvolvimento econômico e social dos países, bem como as disparidades internas existentes.

As áreas continentais

Existem mais de 190 países no mundo que apresentam semelhanças e diferenças entre si. As diferenças se refletem na diversidade natural, humana e cultural e também na desigualdade econômica e social. Podemos agrupá-los em regiões ou áreas de acordo com características comuns que permitam certa unidade ou identidade interna.

No entanto, existem diferentes regionalizações do espaço mundial, de acordo com os diversos critérios adotados. Observe uma forma de regionalização do mundo no planisfério a seguir.

Observando o mapa, podemos identificar os continentes – América, África, Ásia, Europa, Oceania e Antártica – e os oceanos – Pacífico, Atlântico, Índico, Glacial Ártico e Glacial Antártico.

Os continentes e oceanos apresentam uma distribuição desigual pelos hemisférios terrestres, conforme podemos observar no próximo mapa. O Hemisfério Norte concentra as maiores áreas continentais, enquanto o Hemisfério Sul, a maior parte das águas oceânicas. As grandes porções de terra do planeta, as áreas continentais onde vivemos, somam, aproximadamente, 28% da superfície, enquanto os oceanos cobrem cerca de 72% da superfície terrestre.



Como você já deve saber, os oceanos são muito importantes para os seres humanos, pois são utilizados como vias de transporte, fonte de alimentos e para exploração de recursos minerais, como o sal e o petróleo. Também exercem grande influência no meio ambiente terrestre, levando umidade para as áreas continentais e influenciando a variação e a dinâmica da temperatura global.

Além disso, os plânctons (comunidades de pequenos animais e vegetais que flutuam nas águas doces, salobras e marinhas) são responsáveis pela origem e manutenção do oxigênio que há na Terra. Alguns fenômenos climáticos, como El Niño, La Niña e furacões, também se originam nos oceanos.

Num primeiro momento, podemos imaginar que os continentes são totalmente diferentes no que se refere às paisagens, à cultura e ao modo de vida de seus habitantes. Mas essa divisão é apenas física. Há países de continentes diferentes que apresentam muitas semelhanças e países de um mesmo continente com grandes diferenças. Os Estados Unidos da América e o México, por exemplo, embora façam parte do continente americano, apresentam grandes diferenças naturais, econômicas e sociais.

Fonte: Perspectiva geografia, 8 / Cláudia Magalhães... [et al.]. – 2. ed. – São Paulo: Editora do Brasil, 2012. – (Coleção perspectiva). p. 13-16.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Países-Membros da ONU

BRASIL: A organização político-administrativa